Scielo RSS <![CDATA[Cadernos de Pesquisa]]> http://educa.fcc.org.br/rss.php?pid=0100-157419870003&lang=pt vol. num. 62 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://educa.fcc.org.br/img/en/fbpelogp.gif http://educa.fcc.org.br <![CDATA[A educação do negro: uma revisão da bibliografia]]> http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-15741987000300001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este trabalho procurou reunir num quadro coerente e sistemático, dados, informações e reflexões sobre a educação de negros que, devido a ausência de estudos específicos sobre o tema, aparecem dispersos na extensa bibliografia sobre o negro brasileiro. Estes dados foram discutidos e organizados sob os seguintes tópicos: A educação no contexto teórico dos trabalhos sobre o negro brasileiro; Dados de interesse sobre a educação do negro; Fatores que interferem na escolarização do negro; Conseqüências da escolarização do negro; Resistências e perspectivas.<hr/>This article joins within a coherent and systematic scheme a set of data, informations and considerations on the education of negroes, on account of the absence of specific studies on this subject, are dispersed among the extensive bibliography concerning Brazilian negroes. These data were discussed and organized under the following headings: Education in the theoretical context of the studies concerning the Brazilian negro; Relevant data about this theme; Factors that affect negro's scholarship; Consequences of negro scholarship; Reactions and perspectives. <![CDATA[Pesquisa e contexto: métodos de investigação e diferenças sócio-culturais em questão]]> http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-15741987000300002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A partir do recente debate (Patto, 1984; Freitag, 1985; Camargo, 1986; Carraher, Carraher & Schliemann, 1986) sobre a dissidência entre vários autores quanto a aspectos do desenvolvimento cognitivo, este artigo oferece subsídios para discussão. A atenção focaliza a variável contexto experimental e sua importância na prática de pesquisa. O contexto experimental é considerado como definido socialmente, conseqüentemente propõe, em primeiro lugar, que as pesquisas em Psicologia devam considerar ambos, o meio social dos sujeitos objeto de estudo e o significado do contexto experimental como conseqüência deste ambiente. Em segundo lugar, sugere que em estudos de processos psicológicos, especialmente de grupos sociais e culturais diferentes, o pesquisador, no planejamento dos seus experimentos deva dar mais ênfase (através de observações) aos fatores ambientais que caracterizam os vários grupos de sujeitos. Ao invés, a tendência usual tem sido se concentrar somente nas habilidades de um grupo cultural particular, desconsiderando que é a partir destes fatores ambientais que são derivados os estímulos e também as respostas que originam o comportamento. Para explicar como as pessoas funcionam nos seus meios particulares, temos que dispender uma maior atenção ao contexto ambiental, na mesma intensidade com que usualmente nos voltamos para o indivíduo como sujeito experimental. Isto implica na necessidade em Psicologia de se testar as teorias seja através de métodos de observação.<hr/>In the light of recent debate (Patto, 1984; Freitag, 1985; Camargo, 1986; Carraher, Carraher & Schliemann, 1986) about dissidence between various authours in cognitive development, this article offers subsidies for this discussion. Attention is focused in the variable experimental context and its importance in research practice. Social contextis supposed socially defined, consequently it is proposed, first of all, that research in psychology must consider both the social environment of the subjects studies and the meaning of the experimental context as a consequence of this environment. Secondly, it is suggested that in analysing psychological processes, especially of different groups with varied surroundings, the researcher in designing his experiments ought to pay more attention, through observations, to the environmental factors which underlie the different sets of people rather than concentrating only on the abilities of only one particular cultural setting, because it is from these factors that the stimulus and also the response which maintain behavior are derived. In order to give an explanation of the way in which individuals function in their own particular setting, we have to devote as much attention to the setting as we normally do to the individual himself. This implies the necessity in psychology to test theories both through observational methods (in order to reach a more exact understanding of the social milieu and comprehension of the situation for the specific. <![CDATA[Internato: uma das faces ocultas do ensino agrícola de 2º grau]]> http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-15741987000300003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O artigo descreve e analisa alguns dos dados obtidos por meio de estudo de caso de duas escolas agrícolas de 2º grau. O foco do estudo centraliza-se em uma das características mais negligenciadas dessas escolas: o sistema de internato, levantando os problemas gerados por aquele tipo de estrutura e questionando suas causas.<hr/>This article describes and analyzes some data gathered through a case study research on two technical schools of agriculture. The analysis focusses the unique characteristic of those public schools - their student's residence system, pointing to the problems generated by that kind of educational structure. <![CDATA[Direitos reprodutivos: a realidade social e o debate político]]> http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-15741987000300004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Uma das mais importantes contribuições do movimento feminista à construção da cidadania no Brasil foi a introdução da reivindicação do direito de ter ou não ter filhos, num debate político que era, e em certa medida ainda é , polarizado por versões simplistas do neomalthusianismo e do anti- neomalthusianismo, ambas defendendo o que consideravam os interesses da sociedade, e ignorando as necessidades das mulheres concretamente envolvidas na reprodução biológica e social. <![CDATA[A creche comunitária “Casinha da Vovó”: Prática de manutenção/Prática de Educação]]> http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-15741987000300005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A creche comunitária é uma forma de organização para a guarda e o cuidado da criança pequena que surge no final dos anos 70, em diferentes bairros da região industrial de Belo Horizonte (Minas Gerais) e municípios adjacentes, como fruto da luta e da solidariedade de grupos de mulheres aí residentes. Da formulação dos estatutos, do aluguel de um imóvel ao pleno funcionamento das creches contava-se apenas com os recursos da comunidade: trabalho voluntário, contribuições das famílias usuárias, doações, promoções de bazares, festinhas, rifas etc. <![CDATA[Literatura infantil]]> http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-15741987000300006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A creche comunitária é uma forma de organização para a guarda e o cuidado da criança pequena que surge no final dos anos 70, em diferentes bairros da região industrial de Belo Horizonte (Minas Gerais) e municípios adjacentes, como fruto da luta e da solidariedade de grupos de mulheres aí residentes. Da formulação dos estatutos, do aluguel de um imóvel ao pleno funcionamento das creches contava-se apenas com os recursos da comunidade: trabalho voluntário, contribuições das famílias usuárias, doações, promoções de bazares, festinhas, rifas etc. <![CDATA[A questão indígena na sala de aula]]> http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-15741987000300007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A creche comunitária é uma forma de organização para a guarda e o cuidado da criança pequena que surge no final dos anos 70, em diferentes bairros da região industrial de Belo Horizonte (Minas Gerais) e municípios adjacentes, como fruto da luta e da solidariedade de grupos de mulheres aí residentes. Da formulação dos estatutos, do aluguel de um imóvel ao pleno funcionamento das creches contava-se apenas com os recursos da comunidade: trabalho voluntário, contribuições das famílias usuárias, doações, promoções de bazares, festinhas, rifas etc. <link>http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-15741987000300008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt</link> <description>A creche comunitária é uma forma de organização para a guarda e o cuidado da criança pequena que surge no final dos anos 70, em diferentes bairros da região industrial de Belo Horizonte (Minas Gerais) e municípios adjacentes, como fruto da luta e da solidariedade de grupos de mulheres aí residentes. Da formulação dos estatutos, do aluguel de um imóvel ao pleno funcionamento das creches contava-se apenas com os recursos da comunidade: trabalho voluntário, contribuições das famílias usuárias, doações, promoções de bazares, festinhas, rifas etc.</description> </item> </channel> </rss> <!--transformed by PHP 08:07:28 24-07-2024-->